Somos ou não parasitas?

PARASITA.

Significado segundo o (Dicionário MICHAELIS)

1 — Que se nutre do sangue de outro (animal), ou da seiva do outro (vegetal).

2 – fig. Diz-se daquele que vive à custa de outros. sm1 Zool. Animal que vive à custa de outro, retirando dele tudo de que necessita para sua própria subsistência. s m+f 2 fig. Pessoa que não trabalha, que vive à custa  dos outros.

Hoje o mundo vive esta situação; pessoas que tudo que faz, tem sempre uma segunda intenção, ou seja, tirar proveitos do seu próximo. Vivem reclamando da vida; não estende a mão para ninguém, se não tiver um retorno satisfatório por este ato.

Vivem procurando um cantinho onde possa encostar e se aproveitar da hospitalidade daquele que abriu a porta de sua casa, para ajudá-lo; É um verdadeiro parasita! E ai da pessoa que tentar repreendê-lo! É capaz de sair da capa de ovelha (que geralmente os camuflam) e mostrar as garras de lobo, que carregam escondidas para sua defesa própria. Fuja deste tipo!

A Palavra de Deus, no livro do profeta Ezequiel – Cap. 34, fala sobre os pastores parasitas, que se aproveitavam das ovelhas, mas não cuidavam delas; tiravam tudo aquilo que elas tinham para ofertarem, e as deixavam desamparadas, perdidas pelos campos.

“ E veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor DEUS: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não devem os pastores apascentar as ovelhas?
Comeis a gordura, e vos vestis da lã; matais o cevado; mas não apascentais as ovelhas.
As fracas não fortalecestes, e a doente não curastes, e a quebrada não ligastes, e a desgarrada não tornastes a trazer, e a perdida não buscastes; mas dominais sobre elas com rigor e dureza.
Assim se espalharam, por não haver pastor, e tornaram-se pasto para todas as feras do campo, porquanto se espalharam
.”  Ezequiel 34:1-5

No meio do povo de Deus, ainda hoje, existe este tipo de pessoa, independente do cargo ocupado em nossas igrejas (Ovelhas ou líderes). São parasitas, se aproveitando da posição que ocupam, para sugarem as ovelhas, ou ovelhas dengosas, querendo sugar os seus líderes, atraindo para si o tempo precioso, que seria dedicado para aqueles que realmente se encontram necessitados de atenção e de um tratamento especial por parte de seus pastores e líderes.

Na realidade, este tipo de pessoa não busca andar conforme a Palavra, e mesmo sendo conhecedor andam segundo sua própria vontade, não se preocupando com as necessidades alheias.

Gostaria de chamá-los a meditar:

Como tem sido as nossas atitudes, diante da vontade de Deus!

Será que estamos fazendo, aquilo que Deus quer que façamos?

Será que quando somos procurados por um necessitado, temos agido conforme a vontade de Deus, ou temos virado às costas, achando que não temos a obrigação de ajudá-lo?

Jesus nos ensina no Evangelho de Mateus 5:32-46, sobre a nossas obras e sua recompensa:

E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;
E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.
Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver.
Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.
E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna
Mateus 25:32-46

 

Será que não estamos sendo parasitas, enrustidos, tentando viver as bênçãos sem cumprir a vontade de Deus?

Jesus diz: E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.   Apocalipse 22:12!

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas!

Deus abençoe a todos!

Presbítero Aparecido Queiroz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *