OS MÁGICOS DO PÚLPITO!

“E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo” (Efésios 4:11,12)

“Queridos, às vezes fico pensando no que está sendo dito pelos púlpitos e tribunas das igrejas mundo afora”. Entretanto, atenho-me mais no que está acontecendo no Brasil. Há pregadores falando o que Deus não falou, prometendo o que Deus não prometeu. Para tanto, argumentam com suas palavras, usando a própria Bíblia, porém, de forma descontextualizada.

O Ap. Paulo já advertia a igreja da Galácia: “Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo, para outro evangelho; O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” (Gálatas 1:6-8)

De fato, muita gente está sofrendo a ação deste “outro evangelho”, que leva o candidato à discípulo de Jesus, a carregar um jugo ainda maior do que àquele que o mundo produz. Muitos dos atuais pregadores, tidos como famosos e midiáticos, falam o que querem, fazem o que querem, desafiam a Deus publicamente, manipulam e invertem os valores espirituais…, fazendo com que seus seguidores assumam “desafios” e “posturas”, que mais lembram investidores da fé, com bônus financeiro, se comparados aos cristãos verdadeiros. Para esse seguimento, o importante é ser próspero, com sentido material, e não santo (separado). Por essa razão, o resultado é: pessoas vazias de Deus, que ignoram e desconhecem a sua Graça no sentido amplo; afinal, vieram em busca, não da vida abundante, mas por outros motivos ($$$).  A situação fica ainda pior, quando observamos a “invasão” das redes sociais, por aqueles menos avisados, que falam em nome de Jesus, sem o mínimo de conhecimento necessário da doutrina bíblica, apenas repetem o que ouvem por aí. Estes, usando “frases de impacto” ou “palavras de ordem”, promovem uma verdadeira bagunça espiritual, causando mais confusão ainda na mente do povo. É certo que, por causa desse desmando evangélico, a fileira dos “decepcionados com a fé” aumenta a cada ano. Os “crentes frustrados” estão por aí, à beira do caminho, jogados e doentes, é só você prestar a atenção, e os verá. Outro fator, que contribui para esse estado de coisas, é  a omissão por parte daqueles que deveriam fazer o contraponto e não fazem. De fato, é muito mais fácil conviver com tudo isso pacificamente, ao tomar o partido de Cristo, da verdade, da Graça, e do evangelho da renúncia. Martin Luther King escreveu: “O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.”

Queridos, a situação espiritual do nosso País, e aqui não generalizo, é de miséria; estamos quase que no nível dos “desgraçados”, uma vez que a Graça de Deus está cada vez mais esquecida. Estamos do jeito que estamos, porque a Igreja, aos poucos, tem virado as costas para Deus. Temos sido ensinados a buscar o aqui e o agora, e que se dane a vida eterna. Palavras como perdão, pecado, renúncia, consciência e amor à Deus, estão cada vez mais longe dos sermões e ensinamentos. Precisamos mudar isso. Chega de omissão! Chega de pensar que o problema não é com você! Chega de conformismo! Hoje mesmo o Espírito Santo está nos convocando para proclamarmos o evangelho que salva, que cura e transforma o pecador. Aliás, a mentira e o engano que está sendo dito por aí, jamais anularão a verdade da Cruz.

Quero incentivá-lo a não se juntar à multidão que bajula, que endeusa e promove os “Mágicos do Púlpito”, como se fossem personalidades do céu. Como fazer isso? Conheça a Palavra de Deus, medite nela, ore e busque o Espírito Santo. Isso será suficiente para o bom combate, pois estamos numa guerra contra a heresia e o engano. Levante-se e posicione-se. Pastores! Mestres!  e Líderes levantados por Deus, façam uso do dom que o Senhor lhes deu, não os abafe. A hora chegou, o momento é esse, Deus está nos convocando para promover mudanças na Igreja brasileira. Ele está voltando para nos buscar. Saia do armário, em Nome de Jesus! Desculpe se esse tipo de palavra não te agrada. Mas quem disse que estamos aqui para agradar uns aos outros? Agrademos, prioritariamente a Deus. Ele é a verdade.

Deus te abençoe, em nome de Jesus.

Pastor Wladimir Hernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *