Tempo e Amor.

Agora, pois permanecem a fé, a esperança e o amor; Estes três! Mas o maior destes é o amor! I Cor. 13:3.

 

Tudo passa! O tempo passa, as pessoas passam, os lugares passam, eu passo; tudo passa.

E quando eu estiver no meu leito de morte, se aprouver a Deus que eu tenha um, não vou me importar com quanto dinheiro passou por minhas mãos. Talvez me importe a quantos necessitados socorri. Não importarei com quantas vezes li a bíblia, mas quanto dela pratiquei e vivi.

Quantas pessoas me conheceram, não fará a menor diferença, mas quantas guardei em meu coração, com amor.

O número de horas em oração e dias em jejum, será inútil; mas a intensidade e a sinceridade da minha relação com Deus, será absolutamente importante.

Os títulos se tornarão em nada; os diplomas, não me darão mais dias sobre a terra. Prazeres? Prazeres só me darão vergonha, por ter investido neles tanto da minha energia. Mas meu próximo; este me fará pensar, refletir, desejar ter alimentado o faminto, dado de beber ao sedento; vestir o nu, visitar o preso, o doente; acolher o imigrante e o órfão, ajudar a viúva, gritar pelo oprimido, amar o próximo.

Porque tudo passa; pouco há de se fazer!

Planejar, traçar estratégia, estabelecer metas de curto e longo prazo, bater metas; nada disso faz sentido quando se entende que tudo passa.

Tudo é vaidade, vazio como o vento. E o que vale a pena quando tudo passa? Amar.

Amo porque tudo passa. Amo porque o amor permanece.

 

Nathan Messias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *